Uma vida de intimidade com Deus

Uma vida de intimidade com Deus

A Torre de Babel

A Torre de Babel é um episódio bem conhecido, onde Deus confunde as línguas de todos os povos (Gn 1). A intenção deles era “edificar uma cidade e uma torre cujo topo chegue até aos céus e tornar célebre o nome deles” (vs 4); O interessante é que Deus mesmo viu que “o povo é um, e todos têm uma mesma língua… não haverá restrição para tudo o que eles intentarem fazer” (vs 6).

Isso significa que, não importa se o projeto é “correto” ou não, se os ideais são honestos ou não, se houver unidade, ninguém pode impedir esse projeto. Isso vale tanto para coisas boas como para coisas ruins. Um exemplo é a corrupção na política do nosso país – é impressionante como eles se protegem uns aos outros, todos são iguais, e aparentemente “prosperam” em seus intentos, pois há unidade de propósito!

Porque muitos projetos não dão certo? Porque entram em conflito os interesses pessoais das pessoas, e daí os projetos não prosperam porque não há concordância total. É claro que um projeto ganancioso como esse tem prazo de validade.

O tempo é a melhor resposta pra tudo! Deus mesmo intervém! (vs 7). Provérbios 16:1 “O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do SENHOR”);

Após a intervenção de Deus, esse lugar ficou conhecido como Babel (confusão – vs 9).

A Torre de Babel X Pentecostes

Em ambos os casos houve uma “distribuição” de línguas diferentes. Mas qual a diferença entre as duas situações? Em ambas as situações há “unidade de propósitos”: porém na Torre de Babel eles queriam fazer seu próprio nome conhecido. No Pentecostes eles estavam orando, esperando pelo derramar do Espírito.

Voltando ao episódio da Torre de Babel: nesse contexto Deus chama Abrão – do meio de um povo idólatra – 292 anos após o dilúvio e 48 anos antes da história da Torre de Babel.

A família de Abrão (Gn 11)

Terá gerou 3 filhos: Abrão, Naor e Harã. Harã gerou a Ló, ou seja, Ló era sobrinho de Abrão (vs 26,27).

Harã morreu quando seu pai Terá ainda era vivo (vs 28).

Terá (o avô) tomou seus dois filhos (Abrão e Naor), suas mulheres e Ló (filho do falecido Harã), saiu de Ur dos Caldeus e foi para Harã (vs 31).

O chamado de Abrão (Gn 12:1-4)

Deus chamou Abrão (vs 1);

Prometeu abençoá-lo e fazer dele uma grande nação (vs 2);

Quem o abençoasse seria abençoado, quem o amaldiçoasse seria amaldiçoado (vs 3a);

As próximas gerações seria abençoadas por meio dele (vs 3b);

Abrão obedece ao chamado de Deus, Ló vai com ele (vs 4);

A separação de Abrão e Ló (Gn 13:10-13)

Após a passagem pelo Egito devido a fome na terra (Gn 12:10), Abrão parte para Neguebe. Ali ele e Ló já estavam muito ricos, tão ricos que tiveram que se separar (vs 6,9);

Ló infelizmente olha apenas para a aparência da terra, e acaba escolhendo a melhor terra, porém a terra próxima a Sodoma e Gomorra (vs 12,13);

1) Não use a desculpa do meio em que você vive:

Se você nasceu ou vive em um lar idólatra:

Talvez você não tenha tido o privilégio, como eu, de ter nascido em um lar com princípios da Palavra de Deus. Isso realmente faz grande diferença. Mas isso não pode ser desculpa; tive vários amigos – inclusive filhos de pastores e líderes – que se desviaram, ou pior, talvez nunca se converteram realmente!

Daniel, quando levado para a Babilônia, decidiu que não se contaminaria com as iguarias do rei e da Babilônia (Dn 1).

2) Você precisa de um referencial:

Abrão foi um pai espiritual. Ló (seu sobrinho) e todos os outros foram abençoados por caminhar com Abrão; todos que caminharam com ele foram abençoados também; todos que o tentaram prejudicar arrumaram um problema com Deus.

Abrão erguia altares ao Senhor – erguer um altar era a forma de se adorar a Deus. Há várias referências de altares erguidos por Abrão durante sua caminhada com Deus.

Eu tive e tenho pastores em minha vida – meus pais na fé, pastores e líderes que formaram a minha base cristã; pessoas que me pastoreiam hoje.

3) Você precisa SER um referencial:

O que significa ter uma vida “no altar”? Uma vida dedicada, separada para Deus;

Como ter uma vida dedicada/separada para Deus? O padrão está na Palavra de Deus!

Erguer um altar é procurar ter relacionamento com Deus através de uma vida de oração e a leitura/meditação na Palavra;

Salmos 43:4  “Então, irei ao altar de Deus, de Deus, que é a minha grande alegria; ao som da harpa eu te louvarei, ó Deus, Deus meu”.

Você precisa IR AO ALTAR:

Altar é lugar de quebrantamento. O lugar secreto. O lugar a sós com Deus. Sua Tenda Pessoal (Moisés).

Hebreus 1:1-2 “Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo”.

O altar é o lugar onde Deus fala conosco e se manifesta, através da Sua Palavra e do Seu Espírito!

Vinícius de Oliveira